Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Sofisma

Ouço coisas que ficaram tanto tempo por dizer, tomando forma na sua voz embargada. 
Meias-verdades morando em um rosto insólito e cheio de culpa, cada vez que ficamos frente a frente pra falar de coisa séria.
Reúno as dores que há tanto tempo passeiam pelo corpo, estancadas em uma compressa quente. A pele sofre com cada toque seu. O que mais você poderia esperar?
Procuro uma maneira de ler o mundo pelos seus olhos, mas é como forçar o reencontro do ilógico com o razoável. Isso eu nunca vi funcionar em toda a minha vida. É frustrante não conseguir.
Aperto a areia e ela cumpre seu papel de escapar por entre os meus dedos numa velocidade estonteante. 
Sabe Deus onde isso tudo vai parar. 














Últimas postagens

Ímpeto

Existe algo

Isocronismo

Sessão de terapia

Ringue

É estranho

Miopia moral

Estratagema

Coleção

Por algum motivo